quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Rock progressivo se consagra no Teatro Municipal de Niterói

O grupo italiano de rock progressivo Locanda Delle Fate só vai tocar no dia 10 de novembro, mas a venda antecipada de ingressos já ultrapassou 50% da lotação do Teatro Municipal de Niterói. Depois do show do inglês Renaissance (lotação esgotada) e do holandês Focus (lotação esgotada) a diretora do teatro, Marilda Ormy, anunciou que em 2018 haverá datas fixas para o progressivo no teatro e que novas bandas de renome já estão negociando. Maravilha!

Quem quiser assistir o Locanda Delle Fate, os ingressos estão a venda neste link:https://ingressorapido.com.br/venda/?id=1893#!/tickets . Ou na bilheteria do teatro. Informações pelo telefone (21) 2620-1624. Quem não conhece o grupo pode ouvir o lendário primeiro álbum “Forse le lucciole non si amano più” (1977) clicando neste link: https://www.youtube.com/watch?v=HUPh7eGQcvw

Apesar da crise que praticamente dizimou boa parte dos grandes nomes do rock progressivo purista no início dos anos 1970, muitos seguiram ou retomaram a estrada depois. É um gênero musical único egrandioso, com experiências fantásticas que misturam a música clássica, o folk, o jazz, o barroco, tudo isso ancorado no rock. O público é gigantesco em todo o planeta e não para de se renovar; por isso esse estrondoso sucesso no Municipal de Niterói.

O progressivo tem várias facções. Os ingleses dominaram a cena com o Yes, Genesis, Emerson, Lake and Palmer, Pink Floyd, Gentle Giant e muitos outros. A eletrônica radical foi sempre muito bem representada pelos alemães do Neu, Can, Amon Dull, Faust, Tangerine Dream, o Kraftwerk que revolucionou com o álbum Autobhan, de 1974. As bandas mais suaves e líricas são da itália. Nomes como Premiata Forneria Marconi, Le Orme, Il Balletto di Bronzo, Banco Banco del Mutuo Soccorso e muios outros, entre eles, é lógico, Locanda Delle Fate. No Brasil, vários. Em atividade o veterano O Terço, Violeta de Outono, o niteroiense Spin (está gravando um novo álbum) entre muitos outros.

Ao decidir abrir um espaço fixo para o progressivo, o Teatro Municipal de Niterói homenageia este público enorme, de extremo bom gosto e participante que sentia muita falta de iniciativas como essa.

Valeu!