sábado, 21 de julho de 2018

Neste domingo, as 11 horas, Elaine Guedes na Sala Paschoal Carlos Magno, em Icaraí, Niterói


A cantora, compositora e musicista Elaine Guedes se apresenta neste domingo, dia 22, na Sala Paschoal Carlos Magno no Campo de São Bento, Icaraí, Niterói. O show é as 11 da manhã e faz parte do Projeto Arte na Rua, da Fundação e Arte de Niterói – FAN. Ela será acompanhada de Rubinho Jacob (violão) e Flávio Santos (percussão).

Se em Chico Buarque ouvimos “silêncios eloquentes e palavras cirúrgicas para momentos bons e horas más que a memória côa”, ingrediente da MPB dos anos 60, nesse show ele se reúne com a música afro-brasileira de Baden Powell, sem barreiras entre erudito e popular.

Elaine Guedes tem formação erudita e experiência na música popular brasileira, como backing vocal de Tim Maia, Benjor e Cassiano, e em seu trabalho autoral. Rubinho Jacob nasceu na percussão e a exerce no violão, elogiado por Ivan Lins como autor, cantor e violonista. A percussão de Flávio Santos também e muito conceituada.

Numa entrevista esta Coluna, Elaine comenta que “no início eu busquei a união desses dois autores e todos me disseram "não tem". O primeiro traço de união foi em Vinícius, parceiro dos dois. Então parti para as diferenças. Um, filho de intelectual e uma musicista, com excelente poder aquisitivo, o outro filho de sapateiro e violinista. Os dois tiveram influência do samba e muitos músicos importantes na própria casa, em rodas de música. Baden, com João da Baiana, Donga, Pixinguinha. Chico, morando na Europa, Vinícius, ainda diplomata, e sabe lá Deus quem mais. A sofisticação é marca registrada dos dois.”

No repertório  “Retrato em Branco e Preto”, “Samba do Perdão”, “Berimbau”, “Canto de Ossanha”, “A Rita”, “O Meu Amor”, “Com Açúcar e com Afeto”, Samba e Amor ente outras