sexta-feira, 25 de maio de 2018

Guerrilheiros da Blitz comemoram 35 anos no Circo Voador

                               Festança vai ser nesse sábado, dia 26


O humor carioca não sucumbiu a Crivella, Pezão e Temer. Ainda bem. Com uma turnê pelos Estados Unidos mês que vem, show sob a lona do Circo Voador e lançamento do novo DVD a  Blitz se transformou numa bela tatuagem dos anos 80 que atravessa as décadas. Promete uma festa inusitada e sobretudo muito bem humorada nesse sábado (26) as 10 da noite no Circo Voador, comemorando os seus 35 anos de existência.

Mix de música, teatro, cinema, uma espécie de multitudo, a Blitz continua a surpreender por onde passa exatamente por não estar agarrada ao passado. A banda tem o passado como referência e não reverência. Em outras palavras, o grupo está longe de estar fazendo cover de si mesma.

No show, rock, pop, funk, reggae, samba, blues e outras surpresas, além do lançamento do DVD ‘Blitz no Circo Voador’ (Deck), o quarto do grupo, celebrando 35 anos de estrada, ainda no embalo da sua apresentação no mais recente Rock in Rio. Tudo regado a altíssimo astral, com o reforço de convidados como o Afroreggae, Alice Caymmi, George Israel e Milton Guedes.

O repertório do show inclui grandes sucessos e canções do álbum Aventuras 2”, lançado ano passado com participações dos Paralamas do Sucesso, Frejat, Arnaldo Brandão, George Israel e Dadi, assim como amigos de outras paragens como Seu Jorge, Sandra de Sá, Zeca Pagodinho, Alice Caymmi, Andreas Kisser, Pretinho da Serrinha e MC Cert.

A formação atual da Blitz já dura 10 anos e tem Evandro Mesquita (vocal, guitarra e violão), Billy Forghieri (teclados), Juba (bateria), Rogério Meanda (guitarra), Cláudia Niemeyer (baixo), Andréa Coutinho (backing vocal) e Nicole Cyrne (backing vocal).

A Blitz surgiu sob a lona do Circo Voador nos tempos de Arpoador, em 1982. Da plateia um fã gravou um pedaço do show num gravador K7 e levou para a Rádio Fluminense FM que tocou “Você não soube me amar” pela primeira vez, mesmo com o som precário.

Em julho daquele ano a banda gravou o compacto ‘Você não soube me amar’ que virou fenômeno e em três meses o single vendeu 100 mil cópias e atingindo a marca de um milhão de cópias vendidas em plena recessão do Brasil na época. Na sequência, o primeiro LP ‘As Aventuras da Blitz’, com venda mais impressionante que a do compacto. 

A prova de rótulos, a Blitz nasceu no grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone, e logo ganhou capas de jornais e revistas de grande circulação. Com a chegada da Blitz a MPB nunca mais seria a mesma.

Serviço:

BLITZ - Lançamento do DVD  ‘Blitz no Circo Voador’

Data: Sábado, dia 26 de maio de 2018

Abertura da casa: 22h

Ingressos:

R$ 40 (meia-entrada para estudantes, menores de 21 anos e maiores de 60 anos)
R$ 40 (ingresso solidário válido com 1 kg de alimento)
R$ 80 (inteira)
2º lote
R$ 50 (meia-entrada para estudantes, menores de 21 anos e maiores de 60 anos)
R$ 50 (ingresso solidário válido com 1 kg de alimento)